cantespaj002 csementes004 jardcoreo021 Jasminum azoricim 1

A conservação em bancos de sementes é um método fácil e seguro de conservar recursos genéticos vegetais ex situ. Recorrendo a técnicas e procedimentos internacionalmente reconhecidos, as sementes são conservadas em condições controladas de humidade e temperatura, o que possibilita a manutenção da sua viabilidade por um longo período de tempo.
Este tipo de conservação, comparativamente com outros métodos de conservação ex situ, oferece vantagens que fazem dos bancos de sementes um dos métodos de conservação ex situ mais utilizados. Dessas características, destacam-se:
•    A sua aplicação a uma ampla gama de espécies vegetais de uma forma fácil e universal;
•    O armazenamento, num espaço reduzido, de grandes quantidades de variabilidade genética, a curto, médio e longo prazo;
•    A disponibilidade, para uso imediato, de material genético proveniente de diversos locais;
•    O processo de recolha de material na natureza não apresentar qualquer prejuízo para a sobrevivência das populações naturais.  

 

COLEÇÃO BSJBM

CEDÊNCIA DE SEMENTES

INDEX SIMINUM

 

 

COLEÇÃO BSJBM

cactiva001 cactiva003 cbase001 cbase003

Considerando o elevado índice de endemicidade de recursos vegetais no Arquipélago da Madeira, foi criado em 1994 o Banco de Sementes do Jardim Botânico da Madeira (BSJBM). Esta coleção teve como objetivo a preservação de espécies vegetais indígenas dos arquipélagos da Madeira e Selvagens, com prioridade para a diversidade vegetal endémica e a de ocorrência rara ou ameaçada de extinção na natureza.

Em 2002, com o financiamento obtido a partir do programa de iniciativa comunitária INTERREG IIIB Madeira-Açores-Canárias no âmbito do projeto BASEMAC, foram melhoradas as instalações do BSJBM, equipando-o com todos os recursos técnicos e humanos indispensáveis à conservação eficaz de sementes a curto, médio e longo prazo.

Ainda no âmbito deste projeto, foram desenvolvidas cooperações técnicas e científicas entre o Jardim Botânico do Faial (Açores), o Jardim Botânico da Madeira (Madeira) e o Jardim Botânico Canário “Viera y Clavijo” (Canárias) para a criação e aperfeiçoamento de procedimentos experimentais que visam uma maior eficácia na conservação e uso sustentado do património genético vegetal natural;
Presentemente, o BSJBM inclui 4026 registos de sementes conservadas de: 102 táxones endémicos da macaronésia, 211 táxones endémicos da Madeira, 147 táxones indígenos da Madeira e 102 táxones exóticos.

Desde que foi criado, o Banco de Sementes tem cedido sementes a 305 instituições nacionais e internacionais, numa média anual de 50 a 80 cedências.

INÍCIO

 

CEDÊNCIA DE SEMENTES

csementes001 csementes003 csementes004 csementes005

Em acordo com os objetivos da Convenção Internacional para a Diversidade Biológica, a cedência de sementes por parte do Banco de Sementes do Jardim Botânico da Madeira - Eng.º Rui Vieira é unicamente concedida para fins de investigação científica e educação. Todo o material cedido pelo Jardim Botânico da Madeira – Eng.º Rui Vieira não poderá ser comercializado, exceto em situações onde haja consentimento explícito do Governo Regional da Madeira.

A cedência de sementes é apenas concedido a investigadores de Instituições científicas reconhecidas e em condições especiais. A cedência de sementes a particulares não é autorizada. Para solicitar a cedência de sementes, o Diretor da Instituição de investigação interessada deverá redigir uma carta ao Presidente do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, onde deverá indicar:
•    O nome do investigador a desenvolver o estudo;
•    A instituição de origem;
•    A posição na instituição de origem do investigador a desenvolver o estudo;
•    A(s) espécie(s) que deseja;
•    Finalidade das sementes solicitadas

O pedido deverá ser enviado para:    
Correio:
Instituto das Florestas e Conservação da Natureza
Quinta Vila Passos - Rua Alferes Veiga Pestana, 15
9054-505
Funchal

Correio eletrónico

INÍCIO

 

INDEX SIMINUM

Limpeza001 Recolha001 Recolha003 Recolha004

A criação do Banco de Sementes do Jardim Botânico da Madeira permitiu um incremento do intercâmbio de sementes do Jardim Botânico da Madeira – Eng.º Rui Vieira com Instituições afins nacionais e estrangeiras. Nesse sentido, o BSJBM colabora na edição do "Index seminum", uma publicação anual da Associação Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos, através do qual são disponibilizadas sementes de taxa colhidas na natureza ou em áreas ajardinadas. A informação sobre o local e data de colheita de cada táxone é disponibilizada sendo anexada aos pacotes de sementes de cada táxone cedido.

O material vegetal a ceder encontra-se sob a égide da Convenção Internacional para a Diversidade Biológica, pelo que são fornecidas unicamente para fins de investigação, ensaios, propagação, educação ou para desenvolvimento de coleções de jardins botânicos ou outras instituições.

Para obter sementes no âmbito do Index seminum, por favor veja a informação detalhada em CEDÊNCIA DE SEMENTES
Catálogo de 2016 - http://www.jbotanicos.org/aimjb.php?seccion31
Associação Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos – http://www.jbotanicos.org/

INÍCIO