PTOSTO PTOSTO1 PTOSTO3
Tarântula O Madeirense Caracol

Os Ilhéus são locais preferenciais para a nidificação da avifauna marinha. Três dos Ilhéus – Ilhéu de Cima, Ilhéu da Cal e Ilhéu de Ferro – formam uma IBA (Zona Importante para as Aves), sendo conhecida a nidificação de pelo menos 4 espécies de Proccellariformes: cagarra Calonectris diomedea, Alma-negra Bulweria bulwerii, roque-de-castro Hydrobates castro e pintainho Puffinus lherminieri. Das aves terrestres nidificantes é de salientar a presença de corre-caminhos Anthus berthelotii madeirensis, de andorinhão-da-serra Apus unicolor, de canário-da-terra Serinus canaria e de pardal-da-terra Petronia petronia madeirensis.

Outras espécies nidificantes são o garajau-comum Sterna hirundo, a gaivota-de-patas amarelas Larus michahellis atlantis e possivelmente o garajau-rosado Sterna dougallii.
No que diz respeito à fauna presente nos Ilhéus refira-se que, além da presença das aves, os Ilhéus apresentam uma fauna malacológica rica. Para mais informação sobre as aves nidificantes consulte o atlas das aves nidificantes.

A Ilha do Porto Santo é a Ilha do Arquipélago da Madeira que contém maior número de espécies e subespécies de moluscos terrestres por unidade de área (104 taxa numa área de 43 km2), em que 80% destes são endémicos. Esta ocorrência é extensiva aos seus Ilhéus, existindo alguns endemismos exclusivos, como é o caso de Geomitra turricula (Lowe, 1831), exclusiva do Ilhéu de Cima. Das espécies introduzidas, menciona-se a Theba pisana, por ser uma das que se encontra em toda a área terrestre da Rede de Áreas Marinhas Protegidas do Porto Santo.

INÍCIO