eco29

O projeto LIFE ECO COMPATÍVEL (LIFE09 INF/PT/000045) foi proposto pelo Serviço do Parque Natural da Madeira (SPNM) – Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais, em parceria com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e foi co-financiado pelo programa LIFE plus Informação e Comunicação - instrumento financeiro da Comunidade Europeia para apoiar a rede ecológica Europeia – Rede Natura 2000.

Este projeto, com título "Comunicando para a sustentabilidade socioeconómica, usufruto humano e biodiversidade em Sítios da Rede Natura 2000 no arquipélago da Madeira" e com o acrónimo Eco compatível iniciou-se em outubro de 2010 e terminou em setembro de 2015.


Teve como objetivo principal promover e reforçar a compatibilidade entre o desenvolvimento das atividades socioeconómicas e culturais, como a pesca, a agricultura e o turismo de natureza, com a gestão das Reservas Naturais, áreas classificadas, habitats e espécies listadas nos anexos das diretivas que sustentam a Rede Natura 2000.

Este projeto enquadrou-se na estratégia de comunicação e informação da Comunidade Europeia, instrumento LIFE+, para a Rede Natura 2000, através da transmissão e disponibilização de informação às populações, para uma melhor implementação, gestão e conservação dos sítios classificados.

Projeto Life Eco Compatível com o
Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República


É com muita honra que informamos que o Projeto Life Eco Compatível conta com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República desde agosto de 2013.

Aquando da sua vinda à Reserva Natural das Ilhas Selvagens em julho de 2013, Sua Excelência o Presidente da República Prof. Cavaco Silva teve conhecimento deste projeto constatando in loco a presença dos lixos oceânicos resultantes da ação antropogénica decidindo apoiar as boas práticas Eco Compatíveis, dando o seu apoio individual e institucional ao referido projeto.

Este apoio é de elevada importância e veio reforçar e reconhecer todo o trabalho desemvolvido servindo de exemplo e constituindo um marco fundamental para o envolvimento de toda a sociedade.

altopatrocinio lifeeco

 

 

OBJETIVOS

PRINCIPAIS AÇÕES EM CURSO

PARCEIROS

LINKS ÚTEIS

CONTACTOS

 

 

 

OBJETIVOS

O objetivo principal deste projeto consistiu na transmissão e disponibilização de informação às populações, para uma melhor implementação, gestão e conservação dos Sítios da Rede Natura 2000.

O arquipélago da Madeira conta com 11 Sítios da Rede Natura 2000 (Zonas Especiais de Conservação, da Rede Natura 2000 e cinco Zonas de Proteção Especial) que abrangem área terrestre e área marítima, sendo suporte de importantes atividades socioeconómicas da região, o turismo de natureza, a atividade agrícola e a atividade pesqueira.

Foi nesta perspetiva que foram desemvolvidas várias ações para promover e reforçar a compatibilidade entre o desenvolvimento das atividades socioeconómicas e culturais da pesca, da agricultura e do turismo de natureza, com a gestão das reservas naturais, áreas classificadas, habitats e espécies listadas nos anexos das diretivas que sustentam a Rede Natura 2000.

Em parceria com a SPEA e, com o apoio de vários interessados (stakeholders), foram preparadas campanhas específicas que auxiliaram e orientaram os diferentes grupos-alvos, na correta aplicação das condutas mais compatíveis, do ponto de vista ecológico, na sua atividade.

Através de ações de informação e sensibilização foi distribuído variado material divulgativo junto dos grupos-alvos, objetivando um comprometimento pessoal, indivíduo a indivíduo, em prol da conservação e promoção da biodiversidade local, tendo em vista, melhorar a sua atividade económica e qualidade de vida global.

Pretendendo que estas ações se refletissem numa alteração comportamental de toda a sociedade, a equipa de trabalho tem consciência que não foi este projeto, per si, que conseguirá as alterações comportamentais desejadas para um futuro sustentável, mas considera ser um reforço importante na construção de uma sociedade consciente e ecologicamente sustentável.


Os objetivos específicos foram:

  • Compatibilizar e promover as atividades económicas e tradicionais com a biodiversidade em sítios da Rede Natura 2000;
  • Adotar comportamentos adequados ao desenvolvimento sustentável;
  • Incrementar o envolvimento social na conservação da Natureza. 

INÍCIO


PRINCIPAIS AÇÕES

As ações previstas neste projeto enquadraram-se em várias categorias necessárias à sua implementação e execução, de acordo com as diretrizes da candidatura do instrumento financeiro LIFE+.


Ações preparatórias

Reuniões com os stakeholders do projeto.
Este projeto aceitou o apoio de entidades privadas e públicas, estando aberto a todas as entidades que quiseram  se associar. Esta ação enquadrou-se com o objetivo do projeto de aumentar a sensibilização e alteração de comportamento por parte dos visitantes/observadores de espécies, habitats e sítios da Rede Natura 2000 através de uma campanha ex-situ.

Campanhas de comunicação e informação

Criação da imagem do projeto.
No sentido de facilitar a interação com a sociedade e os diferentes grupos-alvo criou-se um logótipo e uma mascote do projeto que tem subjacente a mensagem: equilíbrio/compatibilidade entre a presença humana e suas atividades socioeconómicas e culturais em sítios protegidos, reservas naturais, habitats e espécies. A mascote é o ECO, não só de ecológico mas também por ajudar a fazer ecoar as mensagens do projeto.

Criação de um sítio na internet.
No sentido de divulgar, promover, disponibilizar e permitir uma interatividade com os públicos-alvo deste projeto, e com todos os interessados, criou-se um sítio na internet onde se pode encontrar informação relativa às boas práticas no ecoturismo, na agricultura e na pesca em sítios protegidos e o impacto das mesmas na biodiversidade www.lifeecocompativel.com

Realização de ações para agentes de eco turismo.
O projeto promoveu ações de comunicação/sensibilização dirigidas aos grupos socioeconómicos e empreendedores que desenvolvem a sua atividade relacionada com o turismo de natureza, nomeadamente para agentes ligados às atividades turísticas de natureza (guias de mar, de montanha e de mergulho, skipers das embarcações, etc.), empresários, organizadores e gestores das atividades turísticas de natureza.

Realização de ações para a população ligadas à pesca e/ou à agricultura.
Foram efetuadas distintas ações de comunicação/sensibilização dirigidas a populações de áreas costeiras económica ou tradicionalmente ligadas à pesca profissional e lúdica, a populações rurais económica ou tradicionalmente ligadas à agricultura e aos decisores/gestores de poder local dessas áreas, nomeadamente: agricultores profissionais e de subsistência; pescadores profissionais e lúdicos; decisores e gestores de poder local.

Realização de campanha in-situ para visitantes de áreas e espécies protegidas. 
A ação foi dirigida aos visitantes de espaços naturais especiais com espécies sensíveis, locais pertencentes à Rede Natura 2000.

Realização de campanha ex-situ para visitantes de áreas e espécies protegidas.
Foi implementada uma campanha ex-situ dirigida aos visitantes das áreas protegidas das Reservas Natural do Garajau/Pináculo, Reserva Natural das Ilhas Desertas, Área Protegida da Ponta de São Lourenço, Laurissilva da Madeira e Maciço Montanhoso, sítios da Rede Natura 2000, na perspetiva de alertá-los para a importância da adoção de boas condutas ambientais de usufruto, no sentido das suas atividades de lazer/ observação de espécies não condicionarem o bom estado de conservação dos habitats e espécies aí presentes.

Realização de fóruns de divulgação.
Esta ação visou transmitir, alertar, consciencializar, de uma forma peculiar, o público-alvo do projeto com a seguinte questão "conhece os impactos da sua atividade na biodiversidade de sítios protegidos?"
Para tal, foram promovidos fóruns de divulgação e discussão dirigidos aos seguintes públicos-alvo: populações de áreas costeiras económica ou tradicionalmente ligadas à pesca profissional e lúdica e populações rurais económica ou tradicionalmente ligadas à agricultura e entidades que aderirem à atividade.

Realização de um seminário "Desenvolvimento e Biodiversidade".
Foi organizado o seminário subordinado ao tema: "Desenvolvimento e Biodiversidade" aberto ao público em geral onde contou com a participação de mais de 280 pessoas.

Monitorização do impacto do projeto nos grupos-alvo e no problema detetado

Realização da análise do sucesso do projeto. 
Para analisar o sucesso deste projeto recorreu-se à realização de inquéritos dirigidos aos diferentes grupos-alvo onde avaliaram as várias ações previstas.

Monitorização de campo. 
A monitorização do impacto do projeto no problema ambiental foi baseada em indicadores diretamente relacionados com espécies e habitats prioritários, nomeadamente: freira-da-madeira, pombo-trocaz, lobo-marinho e Laurissilva.

INÍCIO


PARCEIROS

SPEA – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves 

INÍCIO


LINKS ÚTEIS

Para mais informações, consulte o sítio oficial do projeto na internet, em www.lifeecocompativel.com

INÍCIO

 

CONTACTOS

Gestão Geral

INÍCIO