VISITAS AO ILHÉU DO FAROL - Ponta de S. Lourenço

ilheufarol psl virginiavalente redlogos3

 

No âmbito do projeto LIFE RECOVER NATURA, ao visitar a Ponta de São Lourenço poderá também conhecer o Ilhéu do Farol!

Para mais informação contacte o IFCN:

 

logo recover natura

PROJETO LIFE RECOVER NATURA 

O projeto LIFE RECOVER NATURA “Recuperação de espécies e habitats terrestres dos sítios da Rede Natura 2000 da Ponta de São Lourenço e Ilhas Desertas” teve início em outubro de 2013. É um projeto coordenado pelo Instituto de Florestas e Conservação da Natureza, em parceria com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves. Para mais informação sobre o projeto, ações e resultados, consulte o sítio oficial liferecovernatura.pnm.pt

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
PRINCIPAIS AÇÕES EM CURSO
COMO VISITAR A ÁREA DO PROJETO?
CONTACTOS

 

 

 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Erradicação das populações de coelho – Objetivo atingido;
- Redução significativa das populações de ratos e murganhos – Erradicação já conseguida no Ilhéu do Desembarcadouro e em curso no Ilhéu Chão;
- Controlo das populações de cabra na Deserta Grande;
- Redução significativa das populações de plantas invasoras;
- Controlo e estabilização das populações de gaivota-de-patas-amarelas;
- Controlo das populações de formiga-argentina;
- Retirada da linha elétrica aérea existente na ZEC da Ponta de São Lourenço – Objetivo atingido;
- Implementação, no decurso do projeto, dos planos de medidas de conservação específicos para as espécies com estatuto de conservação mais preocupante (constantes nos anexos das diretivas comunitárias);
- Promoção de um forte apoio do público em geral que suporte a conservação destes sítios da Rede Natura 2000, não só através da promoção e melhoria das condições de receção nesta áreas, mas também da divulgação massificada de informação sobre as mesma;
- Criação das comissões consultiva e científica – Objetivo atingido.
A longo prazo, o projeto tem igualmente por objetivo estratégico a criação de um grupo de trabalho para acompanhamento futuro da gestão destas áreas.

INICIO

 

PRINCIPAIS AÇÕES EM CURSO

O projeto apresenta ações de âmbito transversal, com enorme impacto no ecossistema, e ações específicas para grupos ou espécies com estatuto de conservação preocupante.
As ações do projeto estão divididas em quatro grandes grupos:

Ações preparatórias, elaboração de planos de gestão ou planos de ação
- Melhoria das condições de acessibilidade e permanência nas áreas de projeto;
- Determinação das densidades e áreas de distribuição de cabras, coelhos, ratos, murganhos, plantas invasoras e endémicas, gaivotas, moluscos terrestres e morcegos;
- Implementação de um esquema de monitorização das condições climáticas;
- Elaboração dos planos de ação e revisão dos Planos de Ordenamento e Gestão.

Ações de conservação

- Criação de uma área livre de vertebrados introduzidos na Ponta de São Lourenço;
- Controlo e erradicação de cabras, coelhos, murganhos, ratos, plantas invasoras, gaivotas e formigas;
- Expansão de vegetação endémica e indígena;
- Melhoria do conhecimento existente sobre moluscos terrestres e morcegos;
- Promoção da retirada da linha elétrica da Ponta de São Lourenço;

Ações de divulgação do projeto e dos seus resultados

- Potenciação do número de visitantes;
- Disseminação das ações, resultados e materiais divulgativos do projeto ex situ
- Preparação de um relatório para leigos.

Ações de operacionalização e de gestão do projeto
Inclui o acompanhamento técnico e científico, a coordenação com outros projetos LIFE, entre outras.

INICIO

 

COMO VISITAR A ÁREA DO PROJETO?

O acesso à Ponta de São Lourenço é livre, podendo ser efetuado o percurso pedestre entre o fim da estrada e o Cais do Sardinha, onde se encontra aberto ao público o Centro de Receção Casa do Sardinha. Os grupos de visitantes poderão igualmente visitar o Ilhéu do Farol agendando atempadamente através do Núcleo dos Dragoeiros das Neves.

Para saber mais sobre o funcionamento do Centro e das atividades permitidas e disponibilizadas na área da Ponta de São Lourenço contacte o Núcleo dos Dragoeiros das Neves, ou o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, IP-RAM através do seguinte email: .
O acesso à Reserva Natural das Ilhas Desertas é efetuado por mar, sendo apenas permitido o acesso à área com estatuto de proteção total quando devidamente autorizado e credenciado pelo Instituto das Florestas e Conservação da Natureza.

Para visitar esta área de projeto efetue a travessia até às Ilhas Desertas através de embarcações privadas e/ou marítimo-turísticas. No âmbito da Educação Ambiental existe um programa de visitas à Reserva, no qual poderá participar qualquer grupo de caráter pedagógico. Para tal, contacte o nosso centro no Núcleo dos Dragoeiros das Neves .

 

INICIO

 

CONTACTOS

Coordenação

INICIO