A fim de impedir a desertificação dos fundos marinhos do litoral da Ilha da Madeira, um grupo de amantes do mergulho propôs a criação de uma Reserva Natural. Assim, em 1986 criou-se a Reserva Natural Parcial do Garajau.

Desde 1996, a Reserva Natural Parcial do Garajau conta com um pequeno centro de apoio, localizado no seu limite oeste, mais precisamente no Cais do Lazareto. O centro foi erigido com o apoio financeiro da Comunidade Europeia através do programa POSEIMA e teve como principal objetivo melhorar a gestão da reserva e contribuir para a sua eficaz proteção, através de uma vigilância adequada.

Este Centro funciona como um local de informação para o público e possui um espaço destinado ao acolhimento dos visitantes e mergulhadores utentes da reserva, onde poderá ser consultada documentação referente a esta Área Protegida e ao meio marinho em geral. Dispõe ainda de uma pequena estação para enchimento de garrafas de mergulho.