rede sos vida selvagem1 rede sos vida selvagem2 rede sos vida selvagem 3

Ao encontrar um animal selvagem em perigo, entre em contacto com:

Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, IP-RAM (IFCN)
Telemóvel: 961 957 545
Email:
Disponível durante a semana das 9:00h às 17:30h

Guarda Nacional Republicana
Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA)
Comando Territorial da Madeira
Telefone: 291 214 460
Disponível durante a semana das 17:30h às 09:00h
Aos sábados, domingos e feriados disponível 24 horas

ANIMAIS RECOLHIDOS

RedeSosTartaruga
Tartaruga-de-couro
 

13 abril2020

Ontem procedemos à recolha de uma tartaruga-de-couro que deu à costa na praia do Porto Santo, infelizmente sem vida.

Este é um animal de porte considerável, pois trata-se de uma tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) que é a maior de todas as tartarugas marinhas. Estima-se que tinha cerca de 2m de comprimento por 1,5m de largura e pesasse à volta de 300 kg.

Refira-se que na “Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) das espécies ameaçadas” também conhecida como Lista Vermelha da IUCN, esta espécie está classificada como Vulnerável.

De realçar que nesta ação participaram várias entidades, nomeadamente a Direção Regional de Pescas, a Universidade da Madeira e a empresa Porto Santo Line. Destacamos ainda o apoio e prontidão da veterinária Sara Silva e do Corpo de Polícia Florestal que com grande empenho e espírito de voluntariedade, tornaram possível esta recolha de enorme importância para a Ciência.

Recolhaaves1 Recolhaaves2

Projeto de Recolha de Aves na Região

Todos os anos somos contactados pela população em geral, a fazer a recolha de animais selvagens, essencialmente aves marinhas.
Cada ano que passa tem sido notório o interesse da população em alertar para situações em que os animais são encontrados nos mais diversos sítios.

Rede SOS Lobo marinho

Nesta altura do ano, é muito frequente sermos contactados devido à observação de lobos-marinhos na praia ou no mar.
Muitas das vezes, o lobo-marinho procura um local com mar calmo para repousar durante algumas horas e deixar-se ficar, simplesmente, a dormir!
Nesta situação, o melhor a fazer é dar espaço para que o lobo-marinho não se sinta perturbado e desfrutar desta observação à distância.

Apoie o trabalho de conservação do lobo-marinho e registe a data, hora, local, características e comportamento do lobo-marinho e procure recolher imagens para depois encaminhar para ou contate diretamente para a rede SOS Vida Selvagem do IFCN (961 957 545).

Relembramos aqui o procedimento a adotar, caso observe algum lobo-marinho:

  • Se vir um lobo-marinho, não se esqueça de que é um animal selvagem. Não é um animal agressivo por natureza mas poderá sê-lo ao sentir-se ameaçado. É curioso e poderá procurar interagir com o que o rodeia.
  • No caso de se estar no mar, deve-se manter a distância e evitar perturbar os animais, ou se possível sair calmamente para terra.
  • Deve-se evitar entrar em grutas que se sabe serem utilizadas por lobos-marinhos.
  • Procurar alimentar os lobos-marinhos não é aconselhado.
  • No caso de se estar a fazer caça submarina, deve-se libertar do peixe e procurar outro local para a caça.
  • O contato com cães, potenciais transmissores de doenças, deverá ser evitado ao máximo.

Saiba mais em Life Madeira Lobo-marinho