Cofinanciado por: 

barra


Designação do projeto |
Valorização e Conservação dos Recursos Florestais na Macaronésia (VALCONMAC)
Código do projeto | MAC/4.6c/022
Objetivo principal | Valorizar e Conservar os Recursos Florestais na Macaronésia
Área de intervenção | Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde
Entidade beneficiária | Secretaria Regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas - Instituto das Florestas e Conservação da Natureza IP-RAM

Data de aprovação | 08-11-2016
Data de início | 30-11-2016
Data de conclusão | 30-04-2021
Custo total elegível Madeira IFCN IP-RAM | 333 975,00€
Apoio financeiro da União Europeia ao IFCN IP-RAM | FEDER – 283 878,75€
Apoio financeiro público regional do IFCN IP-RAM | 50 096,25€

Objetivos | Estabelecer, implantar e manter modelos e ações experimentais, formação, orientação ou difusão de resultados técnicos e divulgativos, direcionados para os atores do meio rural, capacitando-os para o desenvolvimento de modelos de aproveitamento florestal sustentáveis, na Região da Macaronésia.

Atividades | Inventariação, caraterização e avaliação do estado de conservação das árvores singulares; Ações de valorização, dos habitats florestais singulares da Rede Natura 2000, das infraestruturas associadas, promoção e fomento experimental de trilhos; Criação de rede de centros florestais, que funcionem como nichos de atração de visitantes; Programa de intercâmbio de informação florestal nas regiões macaronésias, que promovam os conhecimentos dos métodos e politicas, que ofereçam garantias e otimizem a conservação dos recursos florestais;

Facebook | https://www.facebook.com/valconmac     Twitter | https://twitter.com/valconmac

Imagem1a Imagem2a Imagem3a
rodape

IX JORNADAS FLORESTAIS DA MACARONÉSIAIX JORNADAS FLORESTAIS DA MACARONÉSIA


ÁRVORES SINGULARES DA MACARONÉSIA

 

A Região da Macaronésia constitui, pelas suas condições climáticas e geomorfológicas, um espaço biogeográfico único no nosso planeta.

Os parceiros do projeto VALCONMAC MAC/4.6C/022 elaboraram a Lista das 100 árvores e arvoredos singulares da Macaronésia, que visa ser uma ferramenta fundamental para favorecer políticas ativas orientadas à sua correta conservação e proteção e, também, para satisfazer a nossa curiosidade sobre as particularidades dos exemplares singulares e das caraterísticas dos géneros botânicos aos quais pertencem, bem como contribuir para acrescentar valor aos roteiros turísticos existentes nas suas respetivas localidades.

ÁRVORES SINGULARES DA MACARONÉSIA

ImgPagPrincp


CENTRO FLORESTAL DA MACARONÉSIA

1 2 4

O Centro Florestal da Macaronésia foi criado no âmbito do projeto “Valorização e Conservação dos Recursos Florestais na Macaronésia - VALCONMAC”, sendo a Secretaria Regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas através do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza IP-RAM, a entidade beneficiária.

Este Centro pretende informar e divulgar o trabalho desenvolvido em prol da floresta do arquipélago da Madeira, desde a descoberta da ilha até à atualidade, numa perspetiva de valorização e conservação dos recursos florestais existentes. Também objetiva  constituir um pólo informativo e educativo para os madeirenses, com destaque para a comunidade educativa escolar, e para os seus visitantes.

O Centro Florestal da Macaronésia conta com um espaço onde está exposta informação que relata as principais medidas implementadas em prol da preservação florestal, numa disposição cronológica, desde a descoberta da ilha até aos dias de hoje e onde se destaca o notável trabalho realizado ao longo de 23 anos pelo Eng.º Eduardo de Campos Andrada; homenageia a Laurissilva da Madeira Património Mundial da UNESCO; realça o trabalho realizado pelo Corpo de Polícia Florestal e pelo Corpo de Vigilantes da Natureza em prol da floresta; salienta os trabalhos desenvolvidos em prol da conservação do património florestal, com a recuperação e proteção de espécies e habitats prioritários através do controlo de espécies invasoras; e enfatiza a relação eterna entre o madeirense e o espaço florestal.

Conta também com uma sala preparada para receber pequenos grupos educativos no âmbito das ações de educação e sensibilização ambiental.

Este espaço de visitação integra uma rede de centros florestais implementada pelos parceiros do projeto nas suas áreas de intervenção, nomeadamente em Canárias, Açores e Cabo Verde, que irão funcionar como nichos de atração de visitantes.

3 5a 5 6
8 11a 9 9a
11 12b 12 12c
12a 14 16

 

15 17 18  PHOTO