Programa

07 08 18  

20 21 22 

26 33 33 

40 41 48 

Na tarde do dia 29 de novembro, decorreu no Museu da Imprensa em Câmara de Lobos, a conferência “Áreas Marinhas Protegidas, Madeira na Rota dos Mares Prístinos” que contou com as intervenções de Tiago Pitta e Cunha, CEO Fundação Oceano Azul com o tema  «A agenda internacional do oceano e o papel de Portugal»; Emanuel Gonçalves, coordenador científico e administrador Fundação Oceano Azul, Com o tema «Os desafios da conservação do oceano»; e Enric Sala, explorer in residence National Geographic com o tema «O programa Mares Prístinos da National Geographic Society».

 

O Governo Regional da Madeira anunciou, a 29 de novembro de 2021, a criação da Maior Área Marinha de Proteção Total da Europa, através da aprovação de um novo regime jurídico sobre a Reserva Natural das Ilhas Selvagens, ampliando significativamente a proteção das águas deste Arquipélago, no ano em que se assinalam os 50 anos da constituição desta Reserva.

Esta decisão é suportada por estudos científicos, jurídicos e por dados recolhidos em expedições realizadas nos últimos anos.

O alargamento desta Reserva, pelo Governo Regional, vem fortalecer o compromisso da Madeira no reforço da proteção daquele que é o ecossistema mais intacto do Atlântico Nordeste.

A declaração desta área marinha de proteção total abrange um território de 2.677 km2, numa área de 12 milhas náuticas ao redor das Ilhas Selvagens. É nesta extensão que todas as espécies aí existentes passam a estar totalmente protegidas de atividades extrativas, como a pesca ou a exploração de inertes.

O reforço da proteção das Ilhas Selvagens irá contribuir para o aumento da diversidade marinha, da riqueza genética e da capacidade reprodutiva das espécies, incluindo muitas com interesse comercial. Assegurará igualmente a integridade dos ecossistemas, contribuindo para uma melhor conservação marinha de todo o Atlântico Nordeste. Esta decisão permitirá ainda a promoção do desenvolvimento económico da Região Autónoma da Madeira, através da valorização do seu capital natural.

Esta medida exemplar conta com o apoio direto da Fundação Oceano Azul https://www.oceanoazulfoundation.org/, da National Geographic https://www.nationalgeographic.org/projects/pristine-seas/ e do Waitt Institute https://www.waittinstitute.org/, entidades que contribuíram para a obtenção de dados que, entre outros, sustentam cientificamente a decisão anunciada.

O evento contou com a presença e apoio de José Soares dos Santos, Presidente da Fundação Oceano Azul e de Enric Sala, Explorer in Residence National Geographic. Também foram transmitidos os vídeos testemunhos de Ted Waitt, Fundador e Presidente da Fundação e Instituto Waitt; SAS Príncipe Alberto II do Mónaco  e Peter Thomson, Enviado Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para o Oceano.

Vídeo - SAS Príncipe Alberto II do Mónaco

Vídeo - Peter Thomson

Vídeo - Ted Waitt, Fundador e Presidente da Fundação e Instituto Waitt

IMG 0050 IMG 0051 IMG 0052 

IMG 0054 IMG 0055 IMG 0056

 


National Geographic – Expedição Microceno nas Selvagens

Foto1

 

Visão - Madeira celebra 50 anos da reserva natural das ilhas Selvagens e quer torná-las referência mundial

Foto2

 

“A Travessia”

Foi no dia 2 de novembro, que decorreu o lançamento de um livro infantojuvenil “A Travessia” escrito por João Rodrigues e ilustrado pela Isabel Rodrigues, no Design Centre Nini Andrade Silva, e contou com a presença do Presidente do Governo Regional, assim como, outras entidades e alguns alunos do Externato Princesa Dona Maria Amélia e da Associação Garouta do Calhau.

Este livro  “A Travessia” inspira-se na travessia Madeira – Selvagens em windsurf realizada em 2011, pelo João Rodrigues, ano em que se assinalou os 40 anos da Reserva das Ilhas Selvagens, e tem por objetivo alertar os mais jovens para a necessidade de se proteger o mar e o meio ambiente no seu todo, promovendo a literacia marítima. Na apresentação do livro, houve um momento de coreografia realizado por um grupo de alunos da Escola Básica e Secundária de Santa Cruz  onde através da dança e música, ilustraram a história “A Travessia”.

Este evento está integrado no programa de comemorações dos 50 Anos da Reserva das Selvagens, promovido pela Secretaria Regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, através do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza.

Atravessia1 Atravessia2 Atravessia3 Atravessia4 

Atravessia5 Atravessia6 Atravessia8 Atravessia9

 

PROGRAMA INTERESSE PÚBLICO DECORRIDO NO DIA 27 DE OUTUBRO DE 2021

RTPm InteressePublico

PROGRAMA DE COMEMORAÇÕES DOS 50 ANOS DA RESERVA NATURAL DAS SELVAGENS

No passado dia 27 de outubro, apresentado a bordo do NRP Douro, no Funchal o programa de comemorações do 50ºaniversário da Reserva Natural das ilhas Selvagens.

O evento contou com a presença da Secretária Regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, o Comandante da Zona Marítima da Madeira e a Comandante do navio, assim como, com os vários parceiros das diversas iniciativas que irão decorrer até outubro de 2022.

O programa apresentado pelo IFCN, IP-RAM  pretende assinalar o aniversário da mais antiga Reserva Natural do País e marcar o início de mais 50 anos rumo a uma excelência ainda maior, estando delineado um conjunto de iniciativas, tais como: o lançamento de um livro ilustrado para crianças; uma expedição às Selvagens; uma conferência internacional; uma regata; uma travessia a nado entre a Selvagem Grande e a Selvagem Pequena; o projeto “Ilhas Selvagens sem lixo”; uma travessia de mota de água em autonomia do Funchal às Selvagens; entre outros.

50Anos Prog Comemoracoes1 50Anos Prog Comemoracoes2 50Anos Prog Comemoracoes3 50Anos Prog Comemoracoes4

APRESENTAÇÃO PROJETO SELVAGENS - REPORTAGEM FOTOGRÁFICA E UM MANUAL DE SAÚDE MENTAL

No passado dia 25 de outubro, decorreu na galeria da Fundação Cecília Zino, pelas 16h, apresentação do projeto Selvagens – reportagem fotográfica e um manual de saúde mental – “Sozinho, mas não só”. Este manual  é um projeto de ligação entre arte e saúde mental, que  tem como objetivo ajudar a população em situações de stress, ansiedade e pânico, associadas ao isolamento.

O mesmo resultou da colaboração de profissionais de saúde mental da plataforma Rumo, inspirado no acompanhamento de uma equipa de Vigilantes da Natureza do IFCN, numa estadia às Ilhas Selvagens.

Este local, situado a 250 km a Sul da cidade do Funchal, foi estrategicamente escolhido (sendo o tema o isolamento e a insularidade) com base na sua localização geográfica e por ser um dos pontos mais remotos do país.

Informamos ainda, que esta exposição de entrada livre, decorre no âmbito das celebrações do 50º Aniversário da Reserva Natural das Ilhas Selvagens, e estará aberta ao público até ao dia 5 de novembro.

Obtenha o seu manual em www.sozinhomasnaoso.pt

ApresentacaoProgSelvagens 

ApresentacaoProgSelvagens1 ApresentacaoProgSelvagens2 ApresentacaoProgSelvagens3 ApresentacaoProgSelvagens4

PROJETO CAPITEN – ILHAS SELVAGENS  

O projeto CAPITEN - Cluster Atlântico para a Inovação Tecnológica e Económica no Sector Náutico, desenvolvido pela ACIF e cofinanciado pelo Programa INTERREG Espaço Atlântico, tem como um dos objetivos potenciar e divulgar o património natural e cultural, desenvolvendo produtos e serviços que promovam o sector náutico, em particular as ilhas Selvagens, a mais antiga Reserva Natural de Portugal. Neste sentido, e tendo em conta que desde 2017 as Selvagens constituem um produto turístico de nicho, foi criado um panfleto informativo intitulado: “Selvagens – A última grande aventura”.

Consulte o panfleto em: https://www.acif-ccim.pt/capiten/

Saiba mais sobre o projeto CAPITEN em: https://capiten.eu/?lang=en

PROJETO CAPITEN ILHAS SELVAGENS

EL HORIZONTE EXPANDIDO

No passado dia 7 de setembro, decorreu no Auditório da Quinta Magnólia – Centro Cultural, pelas 16h, a apresentação do recente trabalho de investigação artística e cultural que se desenvolveu nas ilhas Selvagens por um grupo de artistas e investigadores Canários, intitulado "As Ilhas Selvagens - El Horizonte Expandido”.

“El horizonte expandido” é a designação de um projeto artístico que preconiza poéticas de conciliação na natureza a partir da prática no contexto das ilhas da Macaronésia no século XXI, constituindo um trabalho de investigação para doutoramento em Arte Contemporânea.

Saiba mais em: https://www.facebook.com/profile.php?id=100068973531459

El horizonte expandido El horizonte expandido8